Ninguém quer ficar fora

Mesmo sem medir o retorno, a indústria de candies aposta nas mídias digitais

A pesquisa TIC Domicílios, do Comitê Gestor da Internet no Brasil, sobre a posse, o uso, o acesso e os hábitos da população em relação às tecnologias de informação e de comunicação indica que 58% dos brasileiros usam a internet. A cifra representa 102 milhões de internautas. Um levantamento da Fundação Getúlio Vargas (FGV), por sua vez, mostra que o país totaliza 244 milhões de dispositivos móveis conectados à rede mundial. Sob esse pano de fundo e o advento das redes sociais, as empresas e marcas de todos os setores da indústria intensificam projetos de interlocução com os consumidores através das mídias digitais. Estar dentro e operar nesse ambiente é hoje indispensável a qualquer empresa de bens de consumo. Transposta para o segmento de confeitos (confectionery), essa realidade permeia a maioria das ações de comunicação e marketing dos lançamentos nos últimos 10-15 anos. Os recursos utilizados e os resultados alcançados,

Conteúdo restrito a assinantes e cadastrados.

Se você já é usuário, faça login.
Novos usuários podem se cadastrar abaixo gratuitamente.

Login de Usuários
   
Registro de Novo Usuário
*Campo obrigatório
COMPARTILHAR
Matéria anteriorNº 1 há uma década
Próxima matériaDoçura de fora