Redução da hora

Jovens aceitam alimentos com menos açúcar, sódio e gordura

Renata, da Embrapa
Renata, da Embrapa: reduções não afetam aceitação dos produtos.
Um grupo de pesquisadoras da Embrapa Agroindústria de Alimentos (RJ) demonstrou que jovens de escolas de ensino médio e cursos profissionalizantes do estado do Rio de Janeiro aceitam teores menores de açúcar, gordura e sódio (sal de cozinha) em, respectivamente, néctar de uva, batata palito e pão francês. “O interessante é que os jovens aprovaram esses alimentos mesmo percebendo a diminuição da presença desses ingredientes”, comenta Renata Torrezan, pesquisadora responsável pelo estudo. Segundo ela, o projeto testou a aceitação da redução dos ingredientes em produtos usuais da dieta dos jovens e averiguou como eles a percebem e se teria efeito na opção de consumo. “A conclusão, sustentada por análises sensoriais, foi que a redução percebida não prejudicou a aceitação dos produtos e que eles continuariam sendo consumidos”, observa Renata. Foram alcançadas diminuições expressivas, até o limiar de continuidade de aceitação dos três ingredientes nos produtos, detalha a especialista. As pesquisadoras reduziram 50% do açúcar em relação ao valor médio encontrado em néctares disponíveis no mercado. Néctar é a bebida pronta para consumo (SPB) que contém cerca de 30% de polpa de fruta e pode ser adoçada. Renata lembra que, pela legislação em vigor, só podem ser rotuladas como suco as bebidas contendo apenas ingredientes naturais sem conservantes, corantes artificiais nem açúcar. O consumo de açúcar de 61% da população brasileira é considerado elevado: média de 47 gramas diários de açúcar adicionado por pessoa, destaca a pesquisadora. “Ao lado do baixo consumo de frutas e hortaliças, esse é um dos hábitos

 

Para continuar lendo cadastre-se gratuitamente.

Conteúdo restrito a assinantes e cadastrados.
Se você já é usuário, faça login.
Novos usuários podem se cadastrar abaixo.

 

Login de Usuários
   
Registro de Novo Usuário
*Campo obrigatório