Impacto no PDV

Doces Biba completa 45 anos com mudanças no visual

Embalagens renovadas: mais destaque no ponto de venda.
Com cerca de 80% da distribuição concentrados no Sudeste, a Doces Biba mantém vivo o segmento de doces cremosos derivados do leite, com produção e vendas estáveis nos últimos anos. Sediada em Mococa (SP), a empresa promove mudanças no visual das embalagens do portfólio, hoje com seis itens desdobrados em mais de 10 SKUs. Pérola Saboya Dal-Col e Pascoal Lordes Dal-Col , diretores da indústria, relatam que a empresa começou pequena, apenas com uma caldeira, três tachos tipo bola de aço inox e máquinas de soldar embalagens. Seus dez funcionários produziam manualmente o Chup e o Pingo de Leite, carros-chefe da empresa até hoje. “Atualmente nossa capacidade é de 1.000 toneladas (t) por mês e, apesar do aumento na produção que há 45 anos começou de forma artesanal, a qualidade e formulação seguem as receitas tradicionais”, informam. Pérola e Pascoal Dal-Col, da Doces Biba: produção de 1.000 toneladas mantém receita tradicional. A cargo da Speranzini Design, as embalagens foram redesenhadas com destaque para a personagem Biba, a garotinha que foi a fã número um dos doces. “Com penteado do tipo Maria Chiquinha, estampa supercolorida e alegre, ela segura o coração que emoldura a marca Biba”, descreve Maurício Speranzini, diretor da agência de design. As embalagens foram atualizadas para se destacar no ponto de venda (PDV), criando empatia e o desejo de consumir, frisa ele. “Na categoria doces, as apresentações mostram o aspecto de campo e a pureza dos ingredientes, pois usam as fórmulas originais, enquanto a linha de geladinho estampa

 

Para continuar lendo cadastre-se gratuitamente.

Conteúdo restrito a assinantes e cadastrados.
Se você já é usuário, faça login.
Novos usuários podem se cadastrar abaixo.

 

Login de Usuários
   
Registro de Novo Usuário
*Campo obrigatório
COMPARTILHAR
Matéria anteriorMão na massa
Próxima matériaBraço natural