Eles têm a força

Epicentro da produção nacional e maior bolsão de consumo do país, São Paulo é palco da sétima edição do  Prêmio Doce Revista (PDR). Em nova roupagem e formato regional, a premiação coloca mais uma vez em evidência o comércio de doces, destacando as melhores operações do atacado distribuidor eleitas pela indústria de candies no estado. Formato predominante entre as empresas doceiras, o atacarejo nacional cravou crescimento de 15% no último ano contra 0,44% registrado pela ala generalista. Sob esse pano de fundo, emergiram das urnas as empresas Bom Baiano, Kucho’s, Doces Imperial, Mano’s, Chocolândia, Bondinho, Ferro’s,  Viel & Viel, Doces Vaz, Comercial Porto, Higa Atacado, Doce Festa e Marsil. Foi ainda laureada por atuação destacada na cena industrial a fabricante de confeitos saudáveis Flormel. Com patrocínio da Nestlé/Garoto, Mondelez Brasil e Perfetti Van Melle e apoio da Florestal Alimentos, Docile, Pipocas Clac, Milho de Ouro, PepsiCo/Lucky, Harald e grupo ACX- Bondinho Chocolatebank, a cerimônia de entrega do 7.º PDR – Top Atacadista Regional-São Paulo reuniu em jantar descontraído, realizado dia 8 de abril, no Clube Inglês,  dirigentes, representantes e amigos das empresas vencedoras.   Raphael Moutinho Fernandes, diretor do Bom Baiano, eleito melhor atacadista da região central de São Paulo, recebe o PDR de Josemara Ramos, representante da Perfetti Van Melle. Cadu Heilberg, diretor do grupo ACX – Bondinho Chocolatebank (à dir.), faz a entrega do troféu a Valter Tubant, diretor do Kucho’s, segundo premiado na região central de São Paulo. Vencedora da Zona Leste, a Doces Imperial foi representada

 

Para continuar lendo cadastre-se gratuitamente.

Conteúdo restrito a assinantes e cadastrados.
Se você já é usuário, faça login.
Novos usuários podem se cadastrar abaixo.

 

Login de Usuários
   
Registro de Novo Usuário
*Campo obrigatório
COMPARTILHAR
Matéria anteriorUm brinde à boa forma
Próxima matériaLucro esticado