Vaca mecânica

Ital amplia a série Trends 2020 com estudo do setor brasileiro de laticínios

O Instituto de Tecnologia de Alimentos (Ital), da Secretaria de Agricultura e Abastecimento do Estado de São Paulo, lançou em julho o estudo “Brasil Dairy Trends 2020”. Trata-se de um completo guia de informações sobre produtos lácteos com probióticos, prebióticos e fibras, que aborda alimentos com baixo teor de gordura, sódio e açúcar, além de desenvolvimentos com baixo teor de lactose, alto teor de proteína/cálcio e peptídeos bioativos. “Todos esses temas são nesse momento de suma importância para a indústria de produtos lácteos, que também inclui o segmento de candies, a exemplo do reduto de caramelos de leite e outros tipos de doces à base de leite e derivados”, reporta Raul Amaral Rego, um dos três autores do estudo. Ele, por sinal, participou do livro “Brasil Bakery & Confectionery Trends 2020”, do Centro de Tecnologia de Cereais e Chocolate (Cereal Chocotec), braço de pesquisa do Ital, que analisa as tendências dos setores de panificação, chocolates e confeitos. Na entrevista a seguir, ele detalha os objetivos do Brasil Dairy Trends 2020. Amaral Rego: levantamento histórico da produção de lácteos no Brasil. DR – O que o instituto busca com a série de estudos Trends 2020? Amaral Rego – O objetivo do Ital é disseminar informações estratégicas, de forma pública e gratuita, gerando benefícios a milhares de empresas, além de auxiliar no processo de inovação e fornecer para a sociedade brasileira produtos alimentícios de qualidade. A entidade também visa agregar valores que permitam ao consumidor criar uma relação estreita de identidade e

 

Para continuar lendo cadastre-se gratuitamente.

Conteúdo restrito a assinantes e cadastrados.
Se você já é usuário, faça login.
Novos usuários podem se cadastrar abaixo.

 

Login de Usuários
   
Registro de Novo Usuário
*Campo obrigatório