Triplo em dobro

Fonseca: foco no pequeno e médio varejo de chocolate.
Fonseca: foco no pequeno e médio varejo de chocolate. Detentora de marcas campeãs no reduto de chocolate, como os confeitos M&M’s, Twix e Snickers, a americana Mars prevê triplicar sua participação no país até 2020, repetindo a trajetória de 2012 a 2016. Segundo pente-fino da Nielsen no varejo da categoria, a fatia da companhia saltou de 2% para 6% no período. No ano passado, as vendas da Mars cresceram 19%, enquanto o mercado de chocolates cresceu 5,4% em receita, com queda de 10,6% em volume. Com estrutura própria no Brasil, a empresa acusou expressivo crescimento nesses últimos anos com apostas em linhas de impulso. Para viabilizar esse plano de expansão, a Mars  anunciou há dois anos um investimento de R$ 500 milhões na divisão de chocolates a ser concluído em 2020. Além da instalação de uma nova unidade administrativa, o aporte prevê a expansão da fábrica de Guararema (SP) para a produção local do candybar Snickers, ainda importado dos Estados Unidos. Segundo Filipe Fonseca, presidente da Mars Brasil, a expectativa é concluir a expansão e iniciar a produção local do confeito até 2019. “A fábrica também terá maior capacidade para a produção das linhas M&M’s e Twix”, informa o executivo. Fonseca lembra que, há quatro anos, o Snickers já era forte candidato a carro-chefe. Produzido nos EUA, o chocolate importado chegava ao varejo a R$ 3,50 por unidade, preço elevado diante de concorrentes. Mas ao conseguir reduzir esse custo para R$ 1,49 a unidade, a marca ganhou forte impulsão. Em

 

Para continuar lendo cadastre-se gratuitamente.

Conteúdo restrito a assinantes e cadastrados.
Se você já é usuário, faça login.
Novos usuários podem se cadastrar abaixo.

 

Login de Usuários
   
Registro de Novo Usuário
*Campo obrigatório