Preços descolados

Ronaldo Lima Santana
Desde outubro a tela de março de 2015 passou a ser considerada como primeiro vencimento na Bolsa de Nova York. Na primeira semana de negociação desse novo prazo a pressão de vendas verificada no encerramento da tela de outubro de 2014 se reduziu, dando suporte a preços, que motivaram uma forte alta. A partir daí o mercado passou a buscar um novo patamar de preços, sem a interferência de fatos novos. Do lado baixista ainda prevaleceu o fato dos estoques mundiais estarem em níveis elevados, pressionando os preços para baixo. Além disso, um dólar valorizado frente ao real, também contribuiu para esse movimento de baixa nos preços. Por outro lado, a expectativa de quebra da safra no Centro-Sul do Brasil e, particularmente, da produção do açúcar, inibiram quedas maiores de preços. Menores safras na Tailândia e China também contribuíram para esse ambiente. O gráfico a seguir mostra o comportamento dos

Conteúdo restrito a assinantes e cadastrados.

Se você já é usuário, faça login.
Novos usuários podem se cadastrar abaixo gratuitamente.

Login de Usuários
   
Registro de Novo Usuário
*Campo obrigatório
COMPARTILHAR
Matéria anteriorCorreção para baixo
Próxima matériaO estilo de vida mynt