Ninguém segura

Em três décadas, a Mars consolida sua atuação fenomenal no setor de chocolates no Brasil

Campeã absoluta das gôndolas de chocolate nos Estados Unidos, a Mars desembarcou no país 35 anos atrás com o nome de Effem do Brasil. Mas só a partir do final da década de 1990 foi se transformando no fenômeno que é hoje no filão chocolateiro local. Atualmente, a empresa mantém um centro de pesquisas voltado para o cultivo do cacau e quatro fábricas que produzem algumas das marcas mais famosas do mundo, como M&M’s e Twix. Nos últimos anos, teve um papel importante no desenvolvimento da categoria no Brasil. Ao oferecer produtos aspiracionais a preços acessíveis, a empresa vem solidificando alternativas para ocasiões de consumo ainda pouco desenvolvidas no país. Além de compartilhar a liderança global em chocolates com gigantes do setor, sobressaindo também em balas e gomas de mascar, com a marca Wrigley, a companhia centenária investe cada vez mais no país. “A visão que rege nossa atuação é estar em mais momentos e mais lugares, proporcionando mais sorrisos. Nossa estratégia foca o desenvolvimento e a expansão, baseada em nossos princípios e benefícios mútuos para consumidores, clientes, fornecedores e toda a comunidade”, sintetiza Filipe Fonseca, diretor de vendas da Mars – segmento Chocolate & Alimentos. Economista com pós-graduacão em Finanças, Marketing e MBA em Gestão Empresarial, o executivo reúne 17 anos de experiência na ala comercial em companhias de bens de consumo no Brasil, Estados Unidos e Peru. Há dois anos no comando do time de vendas da Mars Brasil, Fonseca relata nesta entrevista exclusiva a Doce Revista (DR)

 

Para continuar lendo cadastre-se gratuitamente.

Conteúdo restrito a assinantes e cadastrados.
Se você já é usuário, faça login.
Novos usuários podem se cadastrar abaixo.

 

Login de Usuários
   
Registro de Novo Usuário
*Campo obrigatório
COMPARTILHAR
Matéria anteriorEsse é massa
Próxima matériaEstoque completo