Megabalcão internacional

Brasil segue para maior vitrine de confeitos do planeta com 11 representantes

Ala de estreantes: espaço que mobiliza a atenção do público.
Prevista para o período de 28 a 31 de janeiro próximo, a ISM – Feira Internacional de Doces e Biscoitos, maior vitrine global do setor de confeitos (confectionery), emplaca a sua 48.ª edição com a expectativa de deixar visitantes e expositores de boca aberta, mais uma vez. Montada na cidade de Colônia (Alemanha), a mostra exibe em primeira mão as novidades extraídas de incubadoras que expressam a formação ou a consolidação das tendências na cena doceira global. Com organização atenta a preservar a tradição de marcas do mundo todo nesse megabalcão de negócios do setor, a ISM também sinaliza os rumos da indústria incorporando correntes da moda, design e gastronomia, além das inovações da indústria nos vários segmentos. Além dos destaques que seguramente serão conferidos em estandes de diversas nacionalidades, deve sobressair também nesta montagem a incorporação de correntes migradas de outras categorias de alimentos, como linhas “livre de” ou guloseimas formuladas com ingredientes crus naturais e grãos antigos, tudo sob o guarda-chuva da saúde e bem-estar em chocolates, balas, gomas de mascar, biscoitos e snacks. Mais disseminadas entre empresas aglutinadas em pavilhões ou ilhas destinados a startups, tarjas de organic food, 100% natural, gluten-free, veggie (vegetariano ou vegano) e low lactose (baixo teor de lactose) tendem mais uma vez a dominar as estampas das embalagens de confeitos. Mesmo com a racionalização de espaço promovida nos seis pavilhões ocupados (total de 110 mil metros quadrados) na última edição, a ISM exibiu seu número regular de empresas participantes, com um total

 

Para continuar lendo cadastre-se gratuitamente.

Conteúdo restrito a assinantes e cadastrados.
Se você já é usuário, faça login.
Novos usuários podem se cadastrar abaixo.

 

Login de Usuários
   
Registro de Novo Usuário
*Campo obrigatório