Gosto de balada

De olho no público jovem adulto, Arcor transforma chicle Poosh! em goma sem açúcar

Chicles da Arcor a linha Poosh! agora sem açúcar.
Chicles da Arcor a linha Poosh! agora sem açúcar.
Chicles da Arcor a linha Poosh! agora sem açúcar.

Sabor duradouro, refrescância e nada de açúcar. Essa é a aposta da linha Poosh! Sem Açúcar, novidade no portfólio de candies da Arcor. Nos sabores hortelã e tutti-frutti, o chicle chega como uma opção para o público jovem que, apesar de preocupado em cortar o consumo de açúcar, não abre mão de mascar uma boa goma. Para a comercialização do novo Poosh!, a Arcor realizou uma pesquisa em conjunto com o Instituto Ipsos, que mapeou as características do produto, desde a concepção até a embalagem. Também foi testada a aceitação do conceito e, só após a análise dos resultados, a companhia deu sinal verde para o lançamento.

Segundo Nicolas Seijas, gerente nacional de marketing da Arcor do Brasil, para propor uma novidade no segmento era preciso se aproximar do público-alvo e identificar o que ele anseia. “Percebemos que o principal era oferecer um chicle que garantisse sabor e refrescância por mais tempo, como também uma goma macia com casquinha crocante. E é exatamente isso que o novo Poosh! proporciona”, assinala ele.

A novidade exibe embalagem individual do tipo flowpack reestilizada, com o uso de cores escuras e destaque para a mensagem “Refrescância por mais tempo”. Outro traço marcante é a utilização de uma sombra branca, que remete à explosão de sabor. “A combinação das cores com os efeitos aplicados confere à embalagem uma cara de balada, resultando em uma abordagem descolada, em sintonia com o público jovem”, assinala Seijas.

No mercado desde dezembro, Poosh! Sem Açúcar conta com distribuição nacional e preço final sugerido de R$ 0,20 por unidade. Para impulsionar as vendas, algumas ações de trade já estão em curso, como sampling (distribuição de amostras) e materiais exclusivos de PDV, além de ações nas redes sociais (Facebook, Twitter e Instagram) e presença no Spotify. “A escolha dos canais de comunicação tem tudo a ver com o perfil que a marca quer atingir, que é o público jovem, antenado nas novidades”, grifa o gerente.

COMPARTILHAR
Matéria anteriorCafé reforçado
Próxima matériaNéctar da garrafa