Forte oscilação

Ronaldo Lima Santana
Desde dezembro, o mercado internacional de açúcar apresentou forte oscilação de preços. Nesse período, o primeiro vencimento no Mercado de Futuros da Bolsa de Nova York apresentou variação entre 14,17 cents/lb e 15,91 cents/lb. Em função da valorização do dólar em relação ao real, no período, os preços em centavos R$/lb – que indicam a remuneração ao produtor – apresentaram oscilação positiva, quando comparamos o inicio de dez/14 e meados de fev/15. Os fatores que influenciaram o mercado de açúcar nos momentos de altos e baixos nesse período foram estoques mundiais elevados (principal fator baixista para preços); o  preço do petróleo em queda (sugerindo menor competitividade do etanol brasileiro frente à gasolina e, por consequência, estimulando a oferta do açúcar); e a valorização do dólar frente ao real, tornando a exportação do açúcar brasileiro mais atrativa. Entre os fatores que levaram a alta de preços incluem-se as estimativas de redução da oferta mundial de açúcar, sinalizando um menor superávit mundial de açúcar na safra 2014/2015 e déficit na safra 2015/2016; e a atuação dos fundos de investimento, que saíram de uma posição liquida vendida e agora estão comprados. O gráfico a seguir abaixo à esquerda mostra o comportamento dos preços do açúcar demerara na Bolsa de Nova York, tomando como base o vencimento de Março/15. No caso do açúcar negociado no mercado doméstico, principalmente no estado de São Paulo, a tendência dos preços no período foi de queda. Estoques relativamente elevados no mercado interno contribuíram para o ambiente baixista para

 

Para continuar lendo cadastre-se gratuitamente.

Conteúdo restrito a assinantes e cadastrados.
Se você já é usuário, faça login.
Novos usuários podem se cadastrar abaixo.

 

Login de Usuários
   
Registro de Novo Usuário
*Campo obrigatório
COMPARTILHAR
Matéria anteriorUm trailer do futuro
Próxima matériaVolatilidade prevalece