Edição 160

    clique para visualizar a revista
    clique para visualizar a revista O MERCADO SE LAMBUZA Em seu melhor momento nos últimos anos, a indústria de chocolate nunca sentiu tanto vento a favor das vendas na PÁSCOA. ISM Feira adianta as tendências mundiais em chocolates e candies. BALAS DE GOMA SUMÁRIO FEIRA: ISM uma usina de tendências – Pág.04 Apesar da exibição maciça de linhas de doces considerados commodities, a maior feira global do setor mostra, em sua 38.ª edição, na Alemanha, por que é, sempre foi e continua sendo o evento polarizador das inovações no mundo dos confeitos. Com 27 expositores, o Brasil solidifica a imagem de player não oportunista e retoma as negociações com os mercados globais. GÔNDOLA: BALAS DE GOMA a luta para entrar em forma – Pág.16 Baixa lucratividade e disputa acirrada induzem a indústria a investir em embalagens, cores, sabores e formatos diferenciados. CAPA: PÁSCOA pode vir quente… – Pág.20 Em maré alta como não se via há tempos, o setor chocolateiro antecipa a produção, sacadas de marketing e negociações com o trade para surfar na onda da Páscoa que, este ano, inunda as gôndolas mais cedo. INSUMOS – Pág.36 Fornecedora-chave de gelatinas para a indústria de candies, a Gelnex amplia o potencial para desenvolvimentos, reforçando investimentos em sua moderna planta. CONFETE – Pág.42 Confira os destaques no balcão do trade doceiro e os lançamentos da indústria de chocolates, confeitos, biscoitos e snacks. NO PONTO – Pág.50 Eugenio Foganholo, da consultoria especializada em varejo Mixxer, avalia por que o chamado atacarejo entrou

     

    Para continuar lendo cadastre-se gratuitamente.

    Conteúdo restrito a assinantes e cadastrados.
    Se você já é usuário, faça login.
    Novos usuários podem se cadastrar abaixo.

     

    Login de Usuários
       
    Registro de Novo Usuário
    *Campo obrigatório
    COMPARTILHAR
    Matéria anteriorEdição 159
    Próxima matériaEdição 162