É assim que se faz

Haas desenvolve linha de extrusora para biscoitos e cookies mais saudáveis

Percebendo a saturação de linhas básicas ao longo da última década, as indústrias de biscoitos começaram a tirar do forno opções de produtos de maior valor agregado, hoje predominantes nas gôndolas de várias categorias, a partir de equipamentos que utilizam sistemas e tecnologias introduzidas no país por grifes globais como a austriaca Haas. “Nossa resposta para o setor de biscoitos e cookies, que segue as tendências de produtos mais saudáveis ou funcionais e, portanto, de maior valor, é a extrusora V60”, sustenta Dagoberto Sampaio, diretor comercial da Haas brasileira. Ele acrescenta que o equipamento pode vir equipado com um a três cabeçotes, permitindo ampla gama de produtos finais com uma, duas ou três massas, a exemplo de recheio cremoso. De acordo com a configuração desejada, detalha Sampaio, os produtos podem assumir diversos formatos e cores. Além de instigar a criatividade, essa flexibilidade incentiva a inovação nas propostas de linhas de biscoitos. Sampaio lembra que, para linhas de grande volume de produção, a Haas conta com soluções de larga escala, com fornos contínuos de até 4,2 metros de largura e 100 metros de comprimento, alcançando produções de até 5 mil quilos por hora. Apesar da desenvoltura mundial da Haas, pondera, as origens do grupo seguem presentes em ideias como o sistema de corte de blocos de wafers (Free Shape), que pode ser adaptado às instalações, viabilizando formatos completamente inovadores. “Tudo é obtido sem agregar complexidade, com fácil troca na linha de produção”, salienta Sampaio. Figuras especiais para datas específicas são hoje

 

Para continuar lendo cadastre-se gratuitamente.

Conteúdo restrito a assinantes e cadastrados.
Se você já é usuário, faça login.
Novos usuários podem se cadastrar abaixo.

 

Login de Usuários
   
Registro de Novo Usuário
*Campo obrigatório
COMPARTILHAR
Matéria anteriorDo forno para a boca
Próxima matériaAvanço verde