Do forno para a boca

Pão doce avança como alternativa a outras modalidades de guloseimas

Uma minoria ou 9% dos consumidores brasileiros considera pães doces uma opção saudável a outros tipos de guloseimas doces. Pesquisa Mintel, presente no relatório recém-tirado do forno Pães e Produtos Assados, mostra que, para esses consumidores, as marcas podem posicionar variantes doces, a exemplo de pão de coco e pães de frutas, como alternativa para serem consumidas sem culpa. Eles também podem estar interessados em outras variedades de pães doces, em vez de pães tradicionais. No Reino Unido, a padaria Nova York Bakery oferece uma edição limitada de bagels (espécie de rosca) com cranberries e pedaços de laranja na massa. No Japão, a rede de lojas de conveniência Ministop lançou um pão francês elaborado com pedaços de chocolate e creme de chocolate branco, enquanto na Indonésia, a rede de padarias Surya ampliou sua linha de pães com uma variedade com sabor de banana e chocolate. A pesquisa Mintel verificou que um grande número de consumidores dá mais importância a produtos feitos à mão àqueles produzidos em massa, acreditando que apresentem melhor qualidade e sabor. Como resultado, 28% dos consumidores de pão afirmam preferir produtos frescos aos embalados. Essa preferência dos consumidores indica que frescor é um fator essencial, que as empresas precisam oferecer aos consumidores. Uma inovação em embalagens herméticas permite aos fabricantes fornecer pães frescos por mais tempo. Tais inovações podem também significar que produtos com menos ou sem conservantes artificiais sejam capazes de atender à demanda de 13% dos consumidores que buscam por produtos naturais. Outros 15% dos

 

Para continuar lendo cadastre-se gratuitamente.

Conteúdo restrito a assinantes e cadastrados.
Se você já é usuário, faça login.
Novos usuários podem se cadastrar abaixo.

 

Login de Usuários
   
Registro de Novo Usuário
*Campo obrigatório
COMPARTILHAR
Matéria anteriorO sumo do consumo
Próxima matériaÉ assim que se faz