Chocolate fino é outra coisa

Febrachoco materializa salto de qualidade no setor de chocolate em oportunidade de negócios apesar da desaceleração do mercado

Recinto de exposição em Gramado expectativa de reunir 4.000 empresários do setor de chocolate.
Farto em variedades exageradamente doces, o mercado brasileiro de chocolates vem ganhando produtos reconhecidos pelo status de chocolate fino. Para se enquadrar nesse conceito, eles reúnem maior concentração de sólidos de cacau, ingredientes como a manteiga de cacau de alta pureza e passam por torra e processamento de nível superior às variantes convencionais. A produção dessa matéria-prima, no entanto, ainda é pequena, em torno de 1% da produção nacional. Questões como essa entram em pauta na programação da Febrachoco – Feira Brasileira do Mercado de Chocolate, prevista para 10 a 12 de setembro em Gramado (RS). Em sua terceira edição, o evento de maior relevância para o setor chocolateiro do Brasil abre espaço para o projeto Chocolate Premium Brasil, da Abicab (Associação Brasileira da Indústria de Cacau, Chocolate, Amendoim, Balas e Derivados). “A pesquisa inédita sobre a produção e consumo de chocolate premium no Brasil será o grande destaque da

Conteúdo restrito a assinantes e cadastrados.

Se você já é usuário, faça login.
Novos usuários podem se cadastrar abaixo gratuitamente.

Login de Usuários
   
Registro de Novo Usuário
*Campo obrigatório
COMPARTILHAR
Matéria anteriorJorro de oportunidades
Próxima matériaDemanda lubrificada