Recinto do Anhembi feira é reconhecida como canal de networking e negócios.
Promovida no início do ano, na cidade alemã de Colônia, a ProSweets foi um banho de loja e atualização no mostruário global de máquinas e processos para o setor de confeitos (confectionery). Montada paralelamente à feira ISM, maior vitrine e balcão mundial da indústria de doces e biscoitos, ela reuniu aproximadamente 328 expositores de 33 países, que mostraram as mais recentes soluções para produção e embalagem de guloseimas e candies. Entre as grifes que cintilaram na exposição, nomes como Bosch, Haas, Sollich, Netzsch, C&M-OPM e Royal DuyvisWiener exibiram o atual estado da arte na produção de linhas para a fabricação de chocolates e confeitos. Parte dessa exibição, que é termômetro para as projeções de vendas mundiais de candies nos próximos anos, ganha continuidade no Brasil, com a participação de algumas dessas empresas na Fispal Tecnologia, principal evento do setor de máquinas e embalagens para alimentos e bebidas. Promovida de 23 a 26 de junho em São Paulo, a mostra alcança a sua 31.ª edição imersa em um cenário desafiador. Sob um PIB estagnado, o setor nacional de bens de capital encerrou o último exercício com queda em torno de 15% no consumo aparente e retração da ordem de 29% no faturamento destinado ao mercado interno (2014 versus 2013), repassa a Associação Brasileira da Indústria de Máquinas e Equipamentos (Abimaq). Apenas alguns poucos redutos, ligados à agricultura e consumo – inclusas instalações para alimentos e bebidas –, caminharam razoavelmente bem. Segmentos como o de equipamentos pesados nunca atravessaram um momento tão

 

Para continuar lendo cadastre-se gratuitamente.

Conteúdo restrito a assinantes e cadastrados.
Se você já é usuário, faça login.
Novos usuários podem se cadastrar abaixo.

 

Login de Usuários
   
Registro de Novo Usuário
*Campo obrigatório